Preciso falar com meus vizinhos!!!

terça-feira, 15 de janeiro de 2008 |

Acordar numa manhã de Verão sempre me pareceu muito agradável, principalmente durante as férias, quando seu único dilema é decicir se vai até a praia ou faz aquele "relax-faxina" no quintal, pois quem mora numa casa tem esse privilégio.
Mas de um tempo pra cá vem sendo um sofrimento incontrolável acordar pela manhã e sentir o cheiro da
ignorância no ar!
Mil perdões aos meus vizinhos, mas não há como descrever com um substantivo mais delicado a atitude de quem ainda queima o lixo de seu quintal!!!
Não se ofenda! Todos cometemos erros. Mas chegamos num ponto em que não há mais como tolerar. A TV chega aos lares de milhões de brasileiros e de Norte a Sul do país, todos, adultos, jovens, crianças e idosos já ouviram falar no famigerado AQUECIMENTO GLOBAL!
Talvez os menos sensíveis ainda não o percebam na pele e nos pulmões, mas com certeza já ouviram falar.


NÃO QUEIME SEU LIXO!!!! SEUS BISNETOS AGRADECERÃO MESMO QUE A SITUAÇÃO NÃO MELHORE ATÉ LÁ... AO MENOS VOCÊ FEZ A SUA PARTE!!!

Eu e meus vizinhos somos privilegiados! Moramos num bairro de classe média onde casas foram construídas ás margens de montanhas cobertas de mata Atlântica, que num esforço extremo de alguns luta-se para preservar: A Serra da Tiririca.
Por incrível que pareça, no YouTube só encontrei vídeos de autoria de pessoas que não moram em Niterói e veem curtir esse Paraíso!



Por que temos esta triste tendência de não valorizar devidamente o que temos?
Se na sua rua acontece o mesmo, faça uns cartazes e espalhe. Pelo menos você vai tentar não sentir mais o cheiro da IGNORÂNCIA.
Quero continuar a colocar frutinhas na varanda para alimentar o casal de canários da terra e outros pássaros que vem livremente nos visitar.
Quero continuar vendo a criançada se divertindo com os miquinhos que passeiam pendurados nos muros e fios das casas.
Seu lixo terá bom destino, muitas famílias tiram dele o seu sustento!
As folhas e restos de grama de seu quintal são ORGÂNICOS: se deterioram e viram ADUBO.
Até mesmo o seu óleo de cozinha, não jogue fora! Ligue para (21) 2608-8732 que ele será recolhido para virar combustível.

Meu caro vizinho, se você discorda, apresente-me algum argumento. Se concorda comigo, passe adiante a campanha!

13 comentários:

Su disse...

Oi Jenny

Aqui em Capão da Canoa (uma praia do RS) esta prática de queima de lixo é muito realizada. Estes dias um vizinho queimou inclusive a vegetação rasteira do terreno ao lado da nossa casa.

Uma outra vizinha viu e chamou os bombeiros (não que houvesse fogo alto ou perigo) como forma de questionar o candidato a Nero.

Estes vieram e o incendiário teve de se explicar.

:) é uma idéia ...

Aproveito a visita para avisar que o feed do teu blog tá precisando acertar a configuração. Está mostrando apenas o título da postagem. (se arruma nas configurações do blog, em "site feed", marcando "completa" no primeiro quadro.

abração!

Luis Dhein disse...

Oi Jenny.

Ando meio crítico ultimamente com algumas coisas que vem surgindo a tona. Parece que o Aquecimento global não é visto por todos. Aqui na cidade onde eu moro acontece muito ese fato da queima de lixo. E aí eu penso, se fala, se discute, se cria um marketing em torno da temática do aquecimento global, mas em matéria de conscientização ecológica ainda se está distante.

Vejo cidades que misturam o lixo, nas ruas não tem lixeiras para os diferentes tipos de lixo. Outro dia estavamos em uma cidade, prefiro não citar nome, e observei o quão distante estavam posicionadas as lixeiras, em algumas ruas nem haviam. E o pior era a quantidade de lixo jogado no chão.

O que me causa estranheza em tudo isso é o próprio ser humano. O ser humano que mata outro ser humano, o ser humano que destrói seu habitat, e quanto tempo ainda será preciso para que se tome consciência desses fatos.

Já não olho televisão a dias, pelo simples fato de saber que tipo de notícias estão passando. Não dá mais para acreditar que pessoas se explodem, colocando bombas no próprio corpo, e levando consigo pessoas inocentes. religiões que pregam a morte. E pensando em toda esse série de fatos penso que o ar da ignorância está sobre todo esse planeta. O bom é que alguns conseguem ou tentam respirar novos ares.

Abração Jenny acho muito interessante seu post, pois nele está um tema para ser debatido, e com urgência, sendo uuma questão política, sociológica, filósifica e huamna, pois é o ser humano o autor.

cybele meyer disse...

Olá Jenny

Realmente este assunto tem que ser constantemente falado para ver se a conscientização acontece.
Adorei a reportagem e logo a estarei referenciando no meu blog, pois acredito que o maior segredo para revertermos esta situação está em conscientizar as crianças. A partir do momento que elas absorvem esta conscientização elas mesmas passam a cobrar atitudes de respeito dos adultos que a rodeiam.
Adorei!
Tenha uma ótima semana
Bjs

Jenny Horta disse...

Essa idéia da Suzana é realmente quente!!he he Valeu pela toque sobre o feed- vou tentar resolver!
Luis, realmente é aquela história: debate-se o aquecimento global, mas os palácios dos governos continuam amplamente refrigerados...Já vi diretor de ong ambiental chegar de carrão com os vidros fechados na ECO92 em pleno Rio...
ATITUDE ecológica é outra coisa!
Minhas amigas estão aderindo ao sacolão! Só vou ao mercado com ela agora. Economizo os sacos plásticos que matam as aves marinhas...e ainda são mais fáceis de carregar.
Cybele, na escola, sempre procuramos incluir temas ambientais nos projetos de aprendizagem. Dê só uma olhadinha na semana do meio ambiente no http://escolaedificar.blogspot.com

Obrigada a todos pelos acréscimos!!

Linux Educacional disse...

Parábens pelas suas postagens.

http://www.rafaelnink.com/blog

Natania Nogueira disse...

Oi Jenny!
Espero que seus vizinhos tenham se tocado. Eu entendo muito bem com vc se sente, pq aqui em MG fazem mitas queimadas e eu sou duplamente prejudicanda, em casa e no trabalho.

Jenny Horta disse...

É Natty,as pessoas se esquecem que de grão em grão o planeta enche o saco!!

Profe Elis disse...

Oi Jenny! Fico cada vez mais indignada com estas coisas, a mídia, as escolas, enfim muita gente se mobilizando contra este tipo de coisa e as pessoas demoram a se conscientizar. O pior é que somos todos vítimas, pagaremos todos por esse descuido e por essas atitudes desinteligentes, na verdade é uma destruição anônima pela qual ninguém parece ser responsável, mas que no final a conta será dividida por todos.

Queria poder acessar mais, mas estou impossibilitada, minha adsl deu problema, mas acho que até a semana q vem eu resolvo isso.
Abração.

Jenny Horta disse...

Elisangela, seus blogs são super interessantes e tenho certeza e que serão muito úteis no trabalho do dia a dia! É muito importante o trabalho com os portadores de necessidades especiais e desenvolver suas inúmeras potencialidades. Vou fazer uma matéria de educ especial e vou precisar de sua ajuda hem?
Valeu!

Sérgio F. Lima disse...

Opa Jenny!

Ao invés da Escola estar ensinando "orações coordenada assindéticas"; "ciclo de Carnot", e outra coisas exóticas dos nossos currículos deveria trabalhar ações de educação ambiental como esta que você fez neste texto do teuiu blogue!

Parabéns! pela ação e por morar na cidade com a melhor vista do Rio de Janeiro :-)

bjs

Jenny Horta disse...

Valeu a visita Sergio! E vamos torcer pela Viradouro!!
Abração

Professora Erika disse...

Jenny, e tem ambientalistas que não têm um terço da sua consciência política. Parabéns amiga, pelo vídeo e muito mais pelo texto. Belas palavras para a melhor paisagem do mundo! Tenho orgulho de ser brasileira e poder dizer que conheço você!

Professora Erika disse...

Jenny, e tem ambientalistas que não têm um terço da sua consciência política. Parabéns amiga, pelo vídeo e muito mais pelo texto. Belas palavras para a melhor paisagem do mundo! Tenho orgulho de ser brasileira e poder dizer que conheço você!