Crianças: quanto menores, maior sua fantasia.

sexta-feira, 24 de outubro de 2008 |

Um poema. Uma proposta criativa. Computadores e uma grande dose de fantasia!
Essa foi a receita de um pequeno e rico trabalho com turmas de 1º e 2º períodos da Escola Edificar.
O resultado poderá ser visto amanhã, quando publicaremos os desenhos criados por eles. Mas o interessante deste post foi a forma totalmente diversa como o poema foi interpretado pelos dois grupos:

1º Período: Turma da Profª Maisa

1- As crianças demonstraram um grande interesse e permaneceram extremamente atentas à leitura.

2- Reagiram com muita alegria ao ouvirem as descrições dos alimentos do jantar - adoraram, em especial, o pastel de trovoada, a sobremesa transparente e o pavê de faz-de-conta.

3- Logo após a leitura, uma delas sugeriu: _ Será que podemos convidar as tias para este jantar também? E logo, todos concordaram que as tias deveriam participar. Cada um deles escolheu uma professora e ficou combinado que estas seriam convidadas para o jantar na casa "da amiga da tia Jenny, que tem uma casa encantada, de vento"...

4- Lá foram eles, adentrando pela sala da respectiva professora escolhida e convidando-as para o jantar na casa da Dona Roseana!

_ Vamos lá, comer pastel de trovoada e bolo de "nebina" - é aquela fumaça que fica no alto do morro- (Anne Luise)
_ Vamos lá que eu quero comer macarronada de nuvem, que fica lá no céu! (Rafael)
_ Eu quero ir lá e comer pavê de conta, vamos fazer um também? (Samara)
_ Não dá pra fazer o pavê assim. Tem que ter a receita...colocar as coisas direitinho pra ficar gostoso. (Isabela)
_ Não! A gente pode colocar o que quiser! A casa é encantada...pode pôr tudo. (Rafael)

5- Após o convite, todos, bem empolgados, foram ao TuxPaint para desenhar o prato preferido daquele jantar encantado, que sem dúvida, alimentou-lhes muito bem de fantasia e a criatividade!

2º Período: Turma da Profª Cinthia

1- Como o horário da informática é logo após o recreio, num dia de sol e calor, foi preciso de algum preparo inicial para a leitura do poema. Alguns estavam muito agitados.

2- Logo no início da leitura, fui interrompida pela indagação:
_ Chá de chuva? Irrk... não gosto de chuva. Só de vento. (Dylan)
_ Isso é inventado!!! Não tem na loja. É de inventar com a cabeça...(Nicholas)
E eu acrescentei: _ É a IMAGINAÇÃO...
E Vítor retrucou: _ Fica aqui (apontando para a cabeça).

3- Neste momento, eles começaram a apontar para suas cabeças e eu, resolvi procurar nas cabecinhas de cada um deles, onde estava a IMAGINAÇÃO de cada um...Eles adoraram ter a cabeça "vasculhada" e mesmo com a leitura interrompida, cada um resolveu dizer, espontaneamente, o que tinha na imaginação naquele momento:

_ Eu estou surfando numa grande onda! (Dylan)
_Eu também vou surfar com você, amigo! Posso ir, cara? (Leonardo)
_ Eu estou ganhando Pokemons. (Thiago)
_ Eu estou andando "de" cavalo, e vou com minha mãe. (Elis)
_ Eu estou passeando no jardim com minha mamãe. (Mª Eduarda)
_ Eu estou lutando com o monstro com uma espada. (Nicholas)
_ Eu vou andar de skate radical. (Vítor)
_ Eu estou desenhando... (Wagner)

4- Depois de tantos relatos e de "localizar a imaginação", propus continuar a leitura e consegui. Na segunda parte da leitura, a atenção já foi maior, e naturalmente, o espanto em relação aos "pratos do jantar" foi geral. Uma breve discussão sobre o que seria neblina e orvalho se iniciou:
_ Eu sei que a neblina deixa tudo escuro, não dá pra ver, eu sei o que é, tia! (Leonardo)
Depois de algumas definições, todos se empolgaram com o pavê de faz-de-conta. Terminada a leitura, imaginamos uma grande travessa, eles queriam uma ENORME, para que todo mundo pudesse comer o pavê! E cada um então foi colocando seus ingredientes imaginários...

5- O curioso desta fase da brincadeira foi o cuidado que todos tiveram, ao final, para colocar a "travessa do pavê na geladeira", que estava muito pesada!

6- Por unanimidade, todos escolheram desenhar o pavê de faz-de-conta no TuxPaint. Em breve, publicaremos.

O mais importante nesta simples leitura foi o estímulo a capacidade de expressão e criação. Tanto as crianças mais agitadas, quanto as mais tímidas, cada uma ao seu modo participou. Assim, introduzimos a poesia no cardápio cultural de nossas crianças, sem necessidade de grandes recursos e aparatos, até mesmo sem muita tecnologia. o ingrediente principal é estabelecer o diálogo.

11 comentários:

Cybele Meyer disse...

Parabéns, minha amiga!!

O mundo está mesmo precisando de muita poesia e de muita imaginação.
Adorei os diálogos, mostra o quanto eles estavam envolvidos.

Nada como uma pessoa especial(você) para tornar tudo encantado!

Parabéns novamente!
Ah! Adorei o Indiana Jones!! Cheguei até a ouvir a musiquinha rssss
beijinhos carinhosos

Simone disse...

Olá... Procurando por blogs que tem compromisso coma educação... Achei o seu e adorei... Tem um selinho pra vc no meu blog... Venha, por favor conhecer o meu blog e pegá-lo. Obrigada! Simone
http://arteeimagens.blogspot.com/

Tati Martins disse...

Jenny,
Lindo o seu trabalho. Fizemos coisas semelhantes, mas para idades diferentes. Lembra-se daqueles vídeos e animações que meus alunos produziram?
Uma dica para você também desenvolver essa capacidade de exploração é apresentar algum poema com animação já existente no Youtube. Há coisas muito legais.
Você já experimentou fazer também desenho coletivo? Vocês leriam um poema, fariam um desenho coletivo que seria "scaneado", depois cada aluno ou grupinho, não sei quantos computadores há para a turma, criaria um novo poema a partir do desenho comum a todos. O resultado é enriquecedor. Eles começam a ver que de um mesmo ponto, podem surgir várias leituras, várias interpretações. Lógico que você adaptaria isso à linguagem deles, que não é a minha área.
Vou depois postar para você alguns poemas do Ronald Claver.
Beijinhos

Robson Freire disse...

Olá Jenny

Como o mundo seria muito melhor se todos nos pudéssemos ler e ouvir mais poesia. Alias ver e ouvir não, TER mais poesia na vida das pessoas.

Além de poder soltar nossa imaginação como as crianças, pois o grande "defeito" de crescer é deixar de imaginar, de sonhar, de ACREDITAR.

Parabéns amiga pelo belo trabalho e que mais pessoas leiam e vivam poesia.

Abraços

Simone disse...

Olá... Procurando por blogs que tem compromisso coma educação... Achei o seu e adorei... Tem um selinho pra vc no meu blog... Venha, por favor conhecer o meu blog e pegá-lo. Obrigada! Simone
http://arteeimagens.blogspot.com/

Maryana disse...

´Olá, tenho um selinho da amizade pra vc lá no blog, passe lá pra pegar. bjos.

Círculo Literário disse...

Gostaria de pedir gentilmente a sua visita no Blog do Circulo Literario Barbarense, este circulo reúne escritores e artistas de Sta Bárbara , interior de Sp...Queremos o apoio e os comentários dos blogueiros que se preocupam com a Cultura, assim como vc, para difundirmos a Arte aqui na Cidade, precisamos do seu apoio, visite o blog, se puder deixe criticas e sugestões, pretendemos publicar trabalhos dos participantes. Contamos com vc , já que não podemos contar com as Autoridades, as quais não querem um povo intelectualizado.
Grande Abraço!!

Marcos disse...

Concordo plenamente que as crianças quanto menores, maior vai ser a sua fantasia e curiosidade. Pois são nesse período de vida que elas mais vão ter criatividade e querem mostrar, colocar pra fora essa criatividade. Parabéns pelo trabalho feito pelas turmas do 1º e 2º período da Escola Edificar.

silvana disse...

De repente é isto que esta faltando nas crianças,aguçar a curiosidade e fantasia.É nesse período de 06 a 07 anos que formamos um bom leitor incentivando a criatividade e valorizando a fantasia.Parabéns pelo trabalho.Um grande abraço.

Levina disse...

O livro deve ser maravilhoso,encantador. Parabéns por essa oportunidade. Quero conhecê-lo.Para as crianças é importante viajar, sonhar, soltar a imaginação com a fantasia...
Beijos...

Maria Izabel disse...

Com certeza é de pequenos que criamos hábitos e deve ser neste período que devemos incentivar os nossos alunos a ler.Pois lendo eles aprendem a escrever.falar correto. Parabéns pelo seu trabalho.É ótimo!!!