Aposentadoria é um DIREITO

sábado, 14 de fevereiro de 2009 |

Este post não fala sobre Educação. Infelizmente, vou fugir á regra. Mas há situações na vida em que todo canal deve ser utilizado para denúncia e desabafo, principalmente quando estamos numa DEMOCRACIA, num governo em que acreditamos e com um presidente em que votamos. Sim, assumo que votei no LULA, desde sua primeira candidatura e não me arrependo disso, pois não foi o Governo Lula quem criou o problema que aflige nossa família, mais diretamente, um trabalhador, contribuinte, que dedicou algumas décadas de sua vida ao trabalho e poderia dedicar mais, se não tivesse encontrado pelo caminho, em sua coluna lombar, um diagnóstico de Hérnia de Disco, que o levou há 3 (três) cirurgias ao longo de 10 anos.
A última destas cirurgias - denominada Artrodese - acrescentou as seguintes próteses ao espaço que chamamos de coluna vertebral:

  • 01 Beriplast de 3ml
  • 02 hemostáticos
  • 01 membrana protetora de dura 50 x 50 cm
  • 04 parafusos transpediculares multi-axiais Omega 21
  • 02 hastes longitudinais Plasma Pore Omega 21
  • 04 conectores poli-axiais Plasma Pore Omega 21
  • 04 porcas de travamento Omega 21
  • 04 Olivas para conector Omega 21
  • 02 cages lombares Ortossíntese
Além desse farto material, ainda houve o procedimento de descompressão medular e retirada de enxerto ósseo, numa cirurgia que durou terríveis e intermináveis 10 horas, e terminando aparentemente, com sucesso e sem maiores complicações.

Tudo isso na tentativa óbvia de atingir um único objetivo: voltar a exercer funções normais e rotineiras como caminhar, dirigir, pegar um ônibus e trabalhar sem a terrível e insistente companhia daquela que ele diz ser sua amante: A DOR
Juro que ás vezes, preferia meu companheiro de 25 anos tivesse outro tipo de amante, pois, com certeza, seria mais fácil vencê-la!!!
Porém, este objetivo não ocorreu. Mesmo com a cirurgia considerada um sucesso, a amante indesejada ainda permanece tão forte quanto antes.

Aí vem outro sofrimento. Como provar para "médicos-peritos", estes seres em sua grande maioria inanimados e insensíveis, que o cidadão em questão não está em condições de trabalhar?
Como dialogar com seres burocráticos, que só exergam seus formulários e que, a maioria deles, sequer examinam seus pacientes- aliás, eles não são pacientes, são segurados.
Em nossa pobre cultura tupiniquim popular, quem vai á perícia é para "ficar encostado". À priori, todos os que ali estão querem uma "mamata" para receber um benefício sem precisar trabalhar!!
Mas o que você vê nos corredores são homens e mulheres que não recebem tratamento adequado para suas enfermidades ou se recebem, ainda não atingiram o bem-estar necessário. E esses homens e mulheres não recebem a atenção e o respeito a que tem direito. Recebem a indiferença de burocratas que precisam controlar o deficit da previdência social e passam literalmente por cima de uma senhora caída no chão, reclamando apressada a presença do próximo "segurado", (neste caso, meu marido) que indignado, mesmo com dor, teve que ajudar ao segurança para levantar a pobre senhora do chão para sua cadeira de rodas.
Esta história continuará em breve...

5 comentários:

tenentblueberry disse...

Jenny, venho agradecer pelo comentário que você fez no meu blog, a respeito da minha monografia. Foi trabalhoso fechar ela, e a minha mania em tentar ser sempre melhor fez ela crescer um bocado. Mas como disse o meu orientador: "Você tirou 10 não porque a banca foi boazinha. O trabalho está ótimo! Porque se fosse mais ou menos, você tiraria 9,5."

Espero que ela seja muito útil para outros professores. A minha dúvida com a minha tese de mestrado (UFF, 2000) era se ela seria útil para alguém. Pelo menos a monografia da licenciatura será, o que é ótimo.

Adicionarei o seu blog na minha lista de visitas. SL e educação é sempre interessante, mesmo lidando com os boquirrotos que inundam nosso sistema educacional (se você folhear o meu blog em anos passados, verá a opinião de alguns dos meus colegas sobre Linux, e a minha opinião a respeito deles).


Abraço!

PS: Minha esposa é professora do fundamental, e estou fazendo a minha parte: Removi (finalmente) o Windows da máquina dela, e agora ela é uma usuária de SL. E, nas palavras dela: "Estou gostando de usar Linux". Mais uma para a malta! Hehhe!

Adiléa disse...

Falar sobre aposentadoria me interessa muiutissimo. Sou professora há quase 29 anos e por motivo de idade ainda terei que aguardar pelo menos uns 3 anos. É um absurdo!!!Ainda correndo o risco de fazer mudanças na lei. Peço a Deus força e saúde para que este dia chegue bem depressa, apesár de adorar a minha profissão.Tanto é que criei um blog.Abraços

Nícholas Fernandes Gimenes disse...

Oi Jenny! Parabéns pela sua dedicação referente a aplicação das tecnologias para melhorar a educação.... todo o potencial da internet é tão subaproveitado... a adoção de software livres é tão importante... e infelizmente a maioria não enxerga isso.. mas graças a pessoas como vc, isso vai mudar.

Cada criança bem educada, qdo crescer, será médica, engenheira, professora, sei lá.. e dará sua contribuição para o mundo... e educará bem seus filhos.. e assim por diante.

cada criança bem educada não é uma diferença pontual, mas uma transformação contínua, progressiva e positiva do mundo em que vivemos... e muito obrigado a vc por isso

grande abraço!

Nicholas

krika disse...

Olá, obrigada pela visita no projetos e ideias.Li seu depoimento e sou solidária, principalmente em relação a direitos. Infelizmente enfrentamos muitos obstáculos nas esferas buracráticas...Abraços

NTE - Concórdia disse...

Olá,

O NTE Concórdia indicou seu blog para o Prêmio Dardos, passe no blog do NTE Concórdia e receba seu selo.

Abraços
Equipe NTE Concórdia